COMO PREVENIR O CÂNCER DE PRÓSTATA


Novembro é o mês oficial de combate ao câncer de próstata, doença que atinge 1 em cada 6 brasileiros, responsável por 70% dos casos de câncer entre homens e segunda maior causa de morte por câncer. Segundo o INCA, há o registro de 70 mil novos casos por ano no país para esta doença, com a taxa de 90% de cura se o diagnóstico for precoce. O grande problema é que o homem brasileiro tende a descobrir tarde devido à falta de informação e a resistência, principalmente, pelo preconceito em relação ao exame de toque retal. Esse exame, juntamente com a dosagem do PSA no sangue são insubstituíveis e os únicos capazes de identificar a doença com precisão, mas além da mobilização pelo diagnóstico é fundamental lembrarmos das atitudes que ajudam a evitá-la. E praticá-las, claro.

Fatores de risco do câncer de próstata

É muito importante entender os fatores de risco, até porque muitos tem relação direta com a prevenção e detecção da doença. Os principais fatores de risco incluem idade acima de 50 anos, histórico familiar da doença (capaz de duplicar a propensão à doença), fatores hormonais, ambientais, dieta rica em gorduras, sedentarismo e excesso de peso. Existem hoje, ainda, uma forma científica de identificar o quanto a questão genética pode influenciar, são exames de DNA que detectam mutações dos genes BRCA-1 ou BRCA-2, responsáveis pela propensão a todos os tipos de câncer.

Sintomas

A maioria dos cânceres de próstata cresce lentamente e não causa sintomas no início, mas tumores em estágio mais avançado podem causar dificuldades para urinar, sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga, presença de sangue na urina e, em alguns casos, dor óssea na região das costas.

Diagnóstico

Exame de toque retal que leva apenas 15 segundos e dosagem do PSA no sangue. Dependendo das alterações encontradas, deve ser realizada uma biópsia para averiguar a presença do câncer de próstata.

Câncer de próstata – Como evitar:

  • Mantenha uma dieta saudável, com pouca gordura, rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais;
  • – Consuma mais tomate (reduz em até 20% o risco de câncer de próstata)
  • Pratique pelo menos 30 minutos diários de atividade física (reduz em até 30% o risco da doença);
  • Mantenha seu peso adequado à altura;
  • Diminua o consumo de álcool;
  • – Evite o tabagismo;
  • Realize exames de rotina: homens a partir dos 40 anos devem realizar exames de rotina. Ir ao médico não é sinal de fraqueza, mas de carinho pela sua família e amor pela vida.
  • Faça exames preventivos da próstata, se possível uma vez ao ano, após os 50 anos, ou conforme orientação médica.
  • Avise ao seu médico se tiver histórico familiar da doença, ele indicará os exames necessários.

Fique no azul com a sua saúde

Ninguém está completamente livre de desenvolver esta doença, agora, podemos todos nos prevenir, adotando hábitos saudáveis e sem preconceito com simples exames como o de toque. Sabe-se que, historicamente, homens não gostam de ir ao médico, deixando os checkups em segundo plano, mas está na hora disso mudar, não podemos perder a batalha para uma doença com taxa de cura de 90%, por pura tradição. Chegou a hora de todo homem ter a consciência de que a saúde é um ótimo investimento e a base para manter sua vida sempre no azul.

PREVISC
A PREVISC é uma entidade fechada, sem fins lucrativos, que garante a tranquilidade de seus clientes por meio de planos de previdência complementar.
PREVISC

Autor: PREVISC

A PREVISC é uma entidade fechada, sem fins lucrativos, que garante a tranquilidade de seus clientes por meio de planos de previdência complementar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *